Acontece:

O Metodismo no Rio Grande do Sul






Untitled document

História da Igreja Metodista no Estado do Rio Grande do Sul
Pelo Dr. João C. Correa

         No Estado do Rio Grande do Sul, no ano de 1875, desde o mês de abril até dezembro do mesmo ano, um pregador da Igreja Metodista de Montevidéu, nativo do referido estado, carregando consigo toda classe de sacrifícios, veio a suas expensas em viajem de exploração visitando com exemplares das Sagradas Escrituras quase todas cidades, vilas e aldeias, iniciando reuniões para instrução do Evangelho, encontrando centenares de almas, algumas descrentes do romanismo, outras indiferentes e outras fanáticas romanistas com seus corações abertos, recebendo neles a semente da verdade de Jesus Cristo...

         Este pregador metodista visitou o Estado em três oportunidades até que em 21 de março de 1885 recebeu a nomeação para o circuito da província do Rio Grande do Sul. Portanto, João C. Correa, María Rejos (sua esposa) Ponciana Correa Rejos (filha) e a professora Carmen Chacon, logo se mudaram para Porto Alegre. Carmen tinha sido designada para tomar cargo da instrução da mocidade, que era o objetivo preliminar do trabalho.

         Em 27 de setembro de 1885 iniciaram-se as reuniões privadas na sala da casa da família Correa. Em outubro "...abrimos ao público à Praça do general Marques um Colégio misto que foi inaugurado com 3 alunos. No final de ano de 1886 eram 187 crianças de ambos sexos...". Com o passar do tempo "... chegamos a sustentar 4 escolas que atingiram freqüência de mais de 400 alunos matriculados..."

        O tipo de trabalho educacional metodista da época era um tanto diferente do que foi se desenvolvendo ao longo dos anos seguintes. As escolas mencionadas por Correa no seu relato estavam situadas em bairros operários e empobrecidos da cidade (entre eles Rua do Parque e Colônia Africana). Um exemplo disso é o relato seguinte "...durante o ano (1886) inauguramos uma escola noturna para mulheres pobres e o número foi crescido, contando uma matrícula de 84. Essa escola funcionava todas as noites com grande proveito para as alunas. É-nos grato mencionar aqui, que presentemente (1905) existe em uma das povoações perto da capital uma de essas alunas dirigindo uma escola pública, havendo tido a primeira parte dos seus estudos em a nossa humilde escola..."

 




INFORMATIVO EPISCOPAL Out/2016

Discipulado e Renúncia Cristã
Acompanhe aqui as palavras do Bispo Luiz Vergílio

Vídeos

Conheça a iniciativa da AIM para o mês da Mulher
Cadastro Nacional de
Igrejas e Pastores

Pesquise também:

Boletim Eletrônico
Informe seu nome e e-mail para receber nosso boletim eletrônico.
Nome:
E-mail:
2ª Região Eclesiástica - Rua São Vicente, 180 - Rio Branco - Porto Alegre - RS - Cep 90630-180 - Fone: 51 3332.0226
Desenvolvido por: