Acontece:

fonte: Fateo




Untitled document

OUTUBRO ROSA

No mês de outubro é comemorado mundialmente o “Outubro Rosa”, data que marca a luta contra o câncer de mama. O objetivo é promover a conscientização da população sobre a importância do diagnóstico precoce da doença.

Confira o texto de Michael Wilson Rodrigues Antunes, enfermeiro da Policlínica da Universidade Metodista de São Paulo.

O que seria o Outubro Rosa?

  É um movimento que tem como objetivo informar sobre o câncer de mama, a importância do diagnóstico precoce, os diferentes tipos da doença e seus tratamentos. Além disso, estimula a prevenção contra o câncer de mama.

Essa mobilização começou nos Estados Unidos, na década de 1990. No Brasil, teve início em 2008, trazida pela FAMAMA (Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama).

Apesar de ser um movimento celebrado todos os anos e ter a sua importância reconhecida mundialmente, é fundamental ter a consciência que o cuidado com o corpo deve ser constante e, por isso, não se deve esperar apenas pelo mês de outubro para se cuidar.

O câncer de mama pode ser caracterizado a partir da multiplicação rápida e desordenada das células das mamas, que formam tumores malignos. De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA), esse é o tipo de câncer mais comum entre as mulheres (após o de pele não melanoma). O INCA estima que apenas nesse ano são quase 58 mil novos casos da doença no país.

Apesar de ser um tipo de câncer predominantemente feminino, homens também podem ter câncer de mama. Mulheres com 40 anos ou mais devem fazer a mamografia anualmente, pois a partir dessa idade os riscos de desenvolver a doença aumentam.

Diagnóstico Precoce

  A detecção precoce do câncer de mama é fundamental para um bom prognóstico. Caso o tumor seja diagnosticado em seu estágio inicial, ou seja, menor que 1 centímetro, as chances de cura são altas, podendo chegar a 95%. Tumores com esse tamanho não podem ser sentidos durante o autoexame, sendo detectados apenas pela mamografia.

Mamografia – O que é?

A mamografia nada mais é do que a radiografia (raio x) das mamas. Esse tipo de exame pode revelar possíveis alterações no órgão. O procedimento é realizado por meio da compressão das mamas, de forma suportável, para detecção de nódulos e tumores. A mamografia é o principal e mais importante exame de diagnóstico.

Alertas e sintomas

  • Nódulos;
  • Inchaço em parte da mama;
  • Caroços, inclusive nas axilas;
  • Descarga papilar (saída de secreção líquida, sanguinolenta ou transparente);
  • Retração da pele da mama;
  • Dor, descamação ou inversão do mamilo;
  • Vermelhidão;
  • Tecido da mama com aparência “casca de laranja”.

 

Por isso, vamos nos cuidar! Ter um ou mais fatores de risco não implica necessariamente o desencadeamento da doença. Alimentação saudável, prática esportiva regular, não fumar e não beber é essencial para diminuir as chances de desenvolver o câncer de mama.




INFORMATIVO EPISCOPAL Jul/2017

As Boas Novas de Salvação
Acompanhe aqui as palavras do Bispo Luiz Vergílio

Vídeos

Conheça a iniciativa da AIM para o mês da Mulher
Cadastro Nacional de
Igrejas e Pastores

Pesquise também:

Boletim Eletrônico
Informe seu nome e e-mail para receber nosso boletim eletrônico.
Nome:
E-mail:
2ª Região Eclesiástica - Rua São Vicente, 180 - Rio Branco - Porto Alegre - RS - Cep 90630-180 - Fone: 51 3332.0226
Desenvolvido por: