Acontece:




Untitled document

 

Igreja de Coríntios e o Discipulado

 

 A igreja de Corinto serve como paradigma para a nossa atual conjuntura religiosa e política.

 A igreja, na visão apostólica, e, especialmente de Paulo, que escreveu muito sobre isso, é vista como um organismo vivo, instituído por Jesus. Ela é o espaço, a casa (oikos) comum de todos os discípulos e discípulas. Também, lugar de afeto, de comunhão, de desafios coletivos, de adoração comunitária, de solidariedade mútua, de mútuo apoio e cuidado. Por isto, discipulado é forma de pastoreio.

 Mas, não isto era que estava acontecendo.

A razão da carta: a Igreja tivera três Pastores cuidando dela: Pedro, Apolo e o próprio Paulo.

Podemos dizer que o discipulado de Pedro era o de ações incisivas, mais radicais, determinadas. Então, para alguns irmãos e irmãs este era o mais verdadeiro: Eu só vou com o Pedro!

Podemos inferir que o discipulado de Apolo era de um cara mais aberto, mais arejado de ideias, sensível a novas experimentações; para o que fosse diferente.. Então, para alguns ele era o cara a ser seguido.

Assim, só vou funcionar se for com Apolo!

Finalmente, Paulo: cujo discipulado passava pelo reconhecimento da tradição, do dialogo com os povos gentios, de um olhar para as

necessidades sociais das pessoas. Para alguns este era o único e verdadeiro líder do verdadeiro discipulado cristão.

Ele vai mostrar, movendo-se em amor, que o foco do discipulado não é a figura do discipuladores (as) eles não são o centro deste processo.

O foco do Discipulado é o Senhor Jesus, ele é o modelo a ser seguido; pois, esta obra não é de homens e mulheres, é obra do Espirito Santo usando a vida de homens e mulheres dispostos e dispostas a pagar o preço de ser um só corpo em Cristo.

Sim, vai dizer Paulo, uns plantam, outros regam, outros colhem, mas o crescimento é de Deus. O crescimento do Reino dos Ceús não se baseia no nosso esforço humano, embora Desu conte conosco para esta boa obra.

(Fragmento do texto compartilhado no Treina Jovem Nacional)

 

Luiz Vergilio Batista da Rosa

Pastor e Bispo da 2ª Região Eclesiástica - RS




INFORMATIVO EPISCOPAL Out/2016

Discipulado e Renúncia Cristã
Acompanhe aqui as palavras do Bispo Luiz Vergílio

Vídeos

Conheça a iniciativa da AIM para o mês da Mulher
Cadastro Nacional de
Igrejas e Pastores

Pesquise também:

Boletim Eletrônico
Informe seu nome e e-mail para receber nosso boletim eletrônico.
Nome:
E-mail:
2ª Região Eclesiástica - Rua São Vicente, 180 - Rio Branco - Porto Alegre - RS - Cep 90630-180 - Fone: 51 3332.0226
Desenvolvido por: